Vampiros nunca estiveram tão na moda. E não só por estarem em cinemas, séries de TV e livros. A aura de monstros tão belos, pálidos e fashion ganhou proporções muito maiores com a saga Crepúsculo.

O vampiro é o novo James Dean. De jaquetas de couro, passando por coturnos pretos, a meia arrastão o universo da moda sempre foi inspirado pelos tons sombrios dessa lenda.

Vampiros viram editorial de moda em grandes revistas

Em Crepúsculo, além dos galãs, o visual da vampira Alice, interpetada por Ashley Greene, tem chamado a atenção. Com roupas mais sóbrias, em cores neutras e apagadas, como o cinza e o preto,o figurino abusa de vestidinhos, boleros e leggings, dando ar feminino ao look. A personagem tem ainda uma personalidade mais tradicional que se reflete na escolha pela calça clássica, camisa branca e colete para ganhar um ar mais refinado, mas, ao mesmo tempo, despojado.

Já em 2002, Renato Loureiro havia desfilado a coleção Vampiros Urbanos na São Paulo Fashion Week. As roupas do designer não saíram do clichê que constroi o mito vampiresco: o preto foi a cor predominante combinado ao branco, roxo e vermelho sangue – óbvio. Tudo Halloween demais na minha opinião.

Assista ao desfile de Renato Loureiro aqui.

Por Cristina Arikawa

Anúncios